As balzaquianas

Chegando aos meus 29 descobri que, melhor que ter 18, é chegar aos 30 com rostinho de 20.

Eu nunca vou esquecer de uma frase que ouvi de uma amiga.  A balzaquiana é a perfeição de salto alto e sutiã meia taça.

Elas são mais seguras da sua beleza e já aprenderam coisas bem importantes com os próprios erros. Só cai nas armadilhas se quiser. E sabe que homem casado é uma delas.

Já não se veste para outras mulheres, agora ela escolhe a cor do batom e o tamanho do vestido só para eles.

As mulheres de trinta são emocionalmente mais independentes e já não sonham com o príncipe encantado. Um cara educado e bom de cama, já é um ótimo pretexto para sonhar.

As de trinta, sabem levar um homem na conversa. Porque as preocupações são diferentes, o assunto é variado e o papo é experiente.

E a experiência vai além do barzinho. Usam toda a sensualidade e poder na hora do sexo, e o principal; não morrem se ele não ligar no dia seguinte. Elas sabem que eles acabam voltando.

Divertem-se ensinado os mais novos e restaurando os mais velhos.

Divertem-se no casamento e sabem que são inigualáveis.  Divertem-se como mães, porque sabem que tudo vai ficar durinho em poucos meses.

Como diria os grandes sábios:  As balzaquianas realizam sonhos.

♀♂

Xêro,

Tÿta Melro

.

Foto: Reprodução

3 thoughts on “As balzaquianas

  1. Amiga!!! To quase lá…Realizando sonhos…hahahaha
    Beijos

  2. Tô chegando por aqui hoje e estou devorando seu blog!!! Esse post me ganhou totalmente.
    Bjus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: