Os babados do ‘lingerie day’

A lingerie nasceu antes de Cristo e foi inspirada na deusa das serpentes, bem propício para o objetivo desejado da peça.

Na idade média os corseletes faziam a alegria das garotas medievais, deixando as cinturas acentuadas e dando um ‘up’ nos bustos voluptuosos.

Foi ai que a ditadura da moda começou a apertar as nossas costelas, obrigando as pobres burguesas renascentistas se espremerem em espartilhos minúsculos que deixavam os seios em forma de cone, iguais os da Madonna.

Dizem que foi exatamente nessa época que a moda surgiu, fazendo com que homens e mulheres arrasarem, super montados em muito brilho, bordados, pedras e babados – em uma linha bem “Gaga´s style”.

Os séculos passaram e em 1913 um sábio guru e mestre de todas as agulhas celestiais, criou o nosso amado sutiã, então a história da mulher mudou para todo sempre.

Nos anos 20 as mulheres se preocupavam em estar bem vestidas por baixo, por isso usavam cintas, saiotes, calcinhas e espartilhos luxuosos, tudo para adorar a tal deusa – O que devia incomodar um pouco, tanto para colocar e especialmente para tirar.

Por isso descomplicamos nos anos 50 e aderimos a lycra. Depois disso só “subimos o morro” em um encontro com o conforto e a sensualidade da peça mais desejada do closet feminino.

São tantas opções de tecidos, cores e design cheios de glam, que deixam as mulheres falidas e os homens em choque.  Hoje a lingerie ganhou a devida importância e exerce uma poderosa influência na vida das meninas e principalmente dos meninos.

O prestígio que ela ganhou foi tão notável, que os desfiles estão cada vez mais luxuosos e o público sempre mais exigente, em busca de novos babados e fitas para se sentir no poder.

É uma peça de valor inestimável que pode salvar um relacionamento e aumentar o ego de qualquer mulher em estado de tristeza. Por tanto, neste dia tão célebre, eu desejo que possamos hoje gastar algumas realidades extras em uma sexy lingerie e se sentir a própria Adriana Lima cheia de plumas, pronta pra voar.

Aqui eu indico.

Xêro,

Tyta Melro

.

One thought on “Os babados do ‘lingerie day’

  1. tete diz:

    realmente, praquem acha q o melhor amigo do homem e o cachorro, ta mto enganado. As lingeries e q se dao mto bem c eles, agrada e desperta os melhores suspiros e desejos. A mulher qn tem o feeling, ou a ousadia de ousar em algo tao intimo como a rouba de baixo, essa sim pode se sentir uma eterna traída. Pois o melhor da mulher está em poder brincar com as peças intimas, venstindo uma pra cada personagem, afinal existem inumeras mulheres em uma so! E nao tem embalagem melhor para o seu presente do q uma bela lingerie, é ela que tem o poder de criar tda expectativa no q tem por tras dela, ela q vai passar a primeira impressao do seu poder(na cama)e do seu comportamento, e cada lingerie tem a arte de descrever o perfil de quem usa. qual combina com vc?! aposto q vc e q nem tays, adora as d babado, com fitas, transparencias, frutas e ate um toque infantil nas suas estampas. Sou mto a favor do espartilhos des ligas, nada mais sexy q uma fita aperrtando a melhor prte da sua coxa. Rola ate um fetiche! :)))))

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: