“Quintas de Amy”

Quinta feira é aquele dilema para os trabalhadores brasileiros. Já é quase sexta e a vontade de sair agita os corações. Porém, na manhã seguinte o dever chama as 7:00 da matina para cumprir mais um dia maçante no trabalho.

A balada é “too much” para quem vai pegar no batente logo cedo. Até porque ninguém sai para o “batidão” com o objetivo de tomar milk shake e comer batata frita. A gente sempre perde a hora, exagera na vodka e na empolgação, encarregando-se de enfiar os próprios pés na jaca.

Não se engane com o happy hour, essa conversa de um drink no fim do dia não passa de desculpa para encher a cara no boteco, ficar doidão e convencer todo mundo a ir ao nightclub mais agitado da cidade.

E a pergunta que não se cala; o que fazer na quinta feira à noite?

Esse era o dia que eu mais gostava de sair e é claro que todas as minhas sextas eram medonhas – pedia a morte no trabalho e sucumbia na faculdade.

Por isso, para você não ter uma quinta de Amy, aqui vão as minhas dicas:

– Pipoca com sorvete e um filme de Woody. (Indico Noivo Neurótico, Noiva Nervosa);

– Brigadeiro de colher e war;

– Fondue de queijo e um vinho português;

– Uma sessão de cinema. (Indico Shrek Para Sempre);

– Compras na Zara;

– Karaokê com as melhores de Madonna e Michael Jackson;

– Twitter.

Eu tenho certeza que qualquer uma dessas opções não vão lhe deixar destruído para enfrentar o ultimo dia da semana. E a sua sexta feira será bem mais produtiva sem o gosto de tequila da noite passada.

Xêro,

Tyta Melro

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: