Os meus dias

O assunto é um clássico, TPM.
Todas nós sabemos que a tensão pré- menstrual não é só um conjunto de cólica, stress e inchaço. Mais que isso, é um momento intimo de ódio e ataques nervosos súbitos.
Hoje em dia existem três tipos de mulheres nessa fase. As carentes, que enchem o namorado de perguntas sobre os sentimentos dele e chora a qualquer resposta, geralmente possuem tendências maníaco – depressivas. As atacadas, essa qualidade de mulher além de ser perigosa são extremamente críticas. E finalmente as carentes-atacadas, que se encontram em jaulas no zôo de Pequim.
Existem algumas regras pra tentar conviver com uma dama nestes dias sem sofrer nenhuma violência.
Não tente agradar, nos tornamos totalmente inagradáveis. Mas nos agrade!
Nada é bom o suficiente e subitamente tudo o que gostamos um dia, já não gostamos mais, isso inclui o namorado.
O contato direto entre duas pessoas fica inconcebível. Nada de abraços e beijinhos, sexo nem pra salvação da natureza.
O ódio é generalizado e sobra até pra o manobrista que só tenta ajudar. Alias não se ajuda uma mulher nesse estado. Ela não quer a sua ajuda, e sim que você suma. Mas nos ajude!
O reconhecimento não é tão fácil, camuflamos muito bem, mas se a mulher passou pelo espelho e não se olhou, se esta vestida numa blusa marrom e saia verde, seja o mais agradável possível, porque você corre certo risco.
Nós amamos botar a culpa na TPM, e ficar na cama de pijama a tarde toda. Amamos a bajulação e o temor que nos é concedido, mas sinceramente, eu preferia ser uma folha nesses períodos.
As dicas pra nós são fáceis; Se tranque. Corte o contato com a humanidade, pois ainda não inventaram a pílula contra essa síndrome comportamental.
O Máximo que podemos fazer é tomar muito líquido de preferência chás calmantes. Camomila, Capim-limão, Erva-doce, Valeriana… Quase sempre surpreende até aqueles que não acreditam muito em fitoterapia.
E é claro o chocolates, mas tem que ser o meio amargo, pois estimula maior liberação de serotonina, mesma substância produzida em emoções positivas.
Tente não magoar muitas pessoas, apesar de que nesses dias tudo é perdoável.

Xêro,

Tyta Melro

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: