Na costureira fica igualzinho

Amiga, se não esta dando pra esbanjar muito no Prêt-à-porter, e as Fast fashions estão cada vez mais rápidas e bem semelhantes umas das outras. O que fazer pra manter o guarda- roupa pronto para qualquer ocasião com um pouco de exclusividade?

Eu sou fã da “nova” tendência hi-lo (conceito que mistura peças sofisticadas e caras a outras mais básicas e baratas). Acho bacana misturar os tecidos mais leves com os pesados, usar uma regata da C&A com um blazer de corte Armani, por exemplo. Mas se você faz o estilo prática, muito ocupada e que vive diferentes situações no dia a dia. O seu closet deve ser bastante funcional. Cores neutras e peças chaves como terninho, calça de alfaiataria, um inevitável LBD (little black dress) para as ocasiões noturnas.

Eu conheço uma maneira de expandir as opções do seu guarda- roupa gastando 45% a menos do que você gastaria nas grandes lojas de varejo.

As modistas e costureiras de antigamente estão a cada temporada desaparecendo. Escolher o modelo e o tecido adequado, tirar as medidas e fazer a prova, é arcaico e quase um pecado para os tempos modernos. Contudo, eu adoro personalizar as minhas roupas e pagar bem barato por isso. Acho que vale muito a pena.

Deste modo, aqui estão algumas dicas de tecidos mais procurados e desejados para aquele vestidinho que você roda a semanas e não acha em lugar nenhum.

ALGODÃO Tecido feito de algodão é sempre muito confortável, durável e apto a resistir todos os tipos de clima. Normalmente todos os tipos de roupas são feitas de tecidos de algodão, independendo do seu segmento.

CAMBRAIA Tecido de algodão ou linho leve. É suave, macio e possui um leve brilho. Veste bem e fácil de ser lavado e costurado. Melhor utilização em vestidos, vestuário esportivo, camisas e blusas finas.

CASHMERE Tecido originário da Índia. Suas tradicionais estampas de folhas tornaram-se sinônimo de estampa cashmere. Melhor utilização em xales e blusas e batas.

CASIMIRA Tecido de lã ou lã/poliéster. Melhor utilização em ternos, saias e tailleurs.

CETIM Tecido de aspecto brilhante e liso, um clássico feito de seda, que forma drapeados muito bons. Melhor utilização em vestidos de festa, sáris, saias e echarpes.

CREPE Tecido clássico e leve feito com fios de seda macia e de bom caimento. O tecido é liso e altamente moldável, resistente e fácil de cortar e costurar. Melhor utilização em vestidos de festa, saias, blusas e calças.

JAVANESA Tecido com um caimento leve e macio. Geralmente com muitas cores e estampas. Melhor utilização em vestidos, calças e saias.

SEDA Conhecido pela sua maciez e luxuosa aparência. É um dos tecidos mais caros e que oferece ao seu usuário conforto em qualquer estação do ano. As diferentes variedades da seda são: Chiffon, Georgette, organza, Crepe de Chine, Duponi e schappe. Melhor utilização em saias, batas, blusas e vestidos.

Nem todo mundo tem paciência pra “criar” e mandar produzir a sua própria roupa. Eu particularmente adoro guardar modelos que vi na internet eu nas páginas da EllE. Me causa um certo orgulho quando alguém me pergunta onde eu comprei o vestido e eu respondo – mandei fazer na costureira. Saber que ninguém vai ter uma peça igual, e que essa exclusividade custou bem baratinho é melhor ainda.

Eu sempre penso duas coisas antes de gastar centenas de “realidades” (R$) em um vestido de marca pro dia a dia. A 1ª coisa é, onde tem esse tecido? E a 2ª, cadê o numero da minha modista.

Xêro

Tyta Melro

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: